12 abril 2008

Mudança de Habito


Nossa pequena como tu tá sumida!

...É realmente estou sumida...

Esse dialogo tem sido algo constante em minha vida ultimamente, sinal de que consegui colocar em pratica algo que me prometi na virada do ano...Sumir.
Sabe quando você sente a necessidade de se afastar de muitas coisas pra poder priorizar outras? Pois é, antes você me encontrava facilmente pelos corredores da Universidade, sempre disponível para uma conversa trivial antes da aula.Mas agora você só me encontra indo ou voltando, meus momentos de conversa estão mais raros, meus risos mais contidos, meu cansaço mais visível.
As pessoas não entendem que eu não tenho mais o mesmo pique de trabalhar a manhã inteira, estudar a tarde e a noite ( nesse meio tempo entre a tarde e a noite articular, militar e coisas afins) e no final da aula rumar para o Reviver e encarar a cerveja da Faustina. Chega um momento em que as coisas se apertam tanto que podem te sufocar, e você tem que fazer uma escolha, para poder ser bom e dar conta com total responsabilidade de suas tarefas. Mesmo abdicando de muitas coisas ainda não consegui ser boa no que estou me propondo a fazer, ou talvez eu esteja exigindo muito de minha pessoa, por conta disso só estou aceitando o que minhas pernas alcançam, pra não cair mais tarde.
Só que existem coisas boas em se dar um chá de sumiço, como você conseguir um pouco de paz pra pensar em tudo o que tem feito de sua vida e ver que certo vazio que você sente mesmo estando no meio de tanta gente é totalmente compreensível, explicável quando você para pra senti-lo como ele merece.Eu descobri nesse meio tempo o sentido do meu vazio, e descobri também que tenho um bando de amigos que sentem muita falta de mim, e outras pessoas que eu nem conheço direito mas que se sentiram no dever de notar minha ausência, de reclamar meu sorriso de volta, e nessas horas você se dá conta de que todas as suas atitudes refletem instantaneamente em alguém.Incrível né!?
Vou continuar sumida por um bom tempo creio eu, resolvendo tudo que tenho a resolver, aparecendo só quando estritamente necessário.A certas mudanças que se operam de maneira lenta e quase imperceptível, mas que são boas para preservar as coisas importantes que temos e muitas vezes não enxergamos na ânsia de abraçar o mundo com as pernas.Experimenta sumir também, tenho certeza de que vai notar muita coisa que antes não via.

4 comentários:

Paulo Vilmar disse...

Gerussol!
Passe para ler algo bonito e te desejar um bom fim de semana!
Beijos.

daniel disse...

Passa lá no blog, enfim vou ler o "Cem anos...", que você e o Paulo aí me indicaram. linquei pra cá.

Gerussol disse...

Aeh!!!Enfim Daniel comentou né!
rsrsrsrsrsrs

Paulo Vilmar disse...

Gerussol!
Viu, sumiu, até o Daniel comentou...
Beijos.