16 abril 2008

Tipinhos Inuteis

Estavamos nós, em plena tarde de domingo, andando pela rua do Sol deserta, em direção a Praia Grande, no Centro Histórico de São Luis, falando da vida, do jogo entre Flamengo e Botafogo, de quem matou Isabela, de como a Universidade e o trabalho está nos matando, quando um dos meninos, meu querido amigo Jorge nos contou um caso.
Essa pessoa maluca é acadêmico de Direito, um dos poucos que salva a droga daquele Curso lotado de pessoas idiotas que estão pouco ligando para coisas muito interessantes e enriquecedoras como os Direitos Humanos, Assessoria Jurídica Popular, "Direito Alternativo", dentre muitas outras coisas que tornam a pratica do Direito menos tecnicista e mais voltada para o que realmente deve ser.Mas enfim...
Ele nos contou que tem uma professora que é formada em Filosofia e está dando a cadeira de Ética...

"Vocês precisam ver gente, ela viaja e vai fazendo varias referências", dizia ele. E justamente nessas aulas ele ficava "cada vez mais convencido de que aquele povo do Direito só tem merda na cabeça."

"Outro dia ela tava falando da gritante desigualdade social que existe na sociedade, e como o homem tem a capacidade de consumismo tão grande, enquanto outros não tem nada"

"Enquanto alguns desperdiçam comida, existem outros que retiram seu alimento do lixo...". Dizia ela muito exaltada, como ele nos relatou.

Então neste momento foi o ponto alto da aula, quando um outro estudante (mas acho que esse merece ser chamado de aluno) se manifestou e falou...

"Realmente professora isso é uma vergonha!Meus pais sempre me ensinaram a nunca desperdiçar a comida que botamos no prato, pois tem muito gente que não tem o que comer"...

E então o individuo fecha com chave de ouro...

"É por isso que acho que quando fossemos jogar a comida no lixo deveríamos guarda-las em saquinhos plásticos para que os pobres não os recolhessem em condições insalubres."

...

Isso é verdade por incrível que pareça...



PS: A foto do jornalista Diogo Mainardi veio parar nessa postagem por ser uma grande inspiração para estas "pessoas de bem".

2 comentários:

daniel disse...

realmente, sugerir que a solução para

"existem outros que retiram seu alimento do lixo"

seja

"quando fossemos jogar a comida no lixo deveríamos guarda-las em saquinhos plásticos para que os pobres não os recolhessem em condições insalubres"

é típica do Mainardi, que você generosamente chamou de jornalista.

Paulo Vilmar disse...

Ge!
Realmente, tem merda na cabeça. Mas, infelizmente esta, digamos assim, providência, de colocar a comida em sacos plásticos, não é uma lição assim tão distânciada da realidade. Uma vizinha nossa, aqui no sul maravilha, nos observou a mesma coisa, sentindo-se ela aliviada, por tomar esta divina providência...
Acho que vou comprar umas embalagens de quentinhas e dormir feliz o resto de minha vida! Meus ouvidos ainda vão ouvir tudo que não querem...
Beijos!