08 fevereiro 2009

Sobre fogão e panelas


Eu acho tudo muito engraçado nessa vida (quem me conhece sabe, que eu vivo sorrindo até quando apresento seminário). Acho que são os meus genes provindos de uma família, no minímo, estranha. E muito culpa dos meus pais, que me deixaram ir por ai com a cabeça solta, inventando um monte de teoria doida, para explicar as coisinhas mais triviais.
Era a minha brincadeira favorita inventar teoria pra tudo. E eu nunca larguei de fazer isso, já que não me importa muito se para os outros minhas teorias tem lógica. Afinal eu não estou defendendo uma tese, mas apenas falando pelos cotovelos.
E foi assim , sem mais e sem pensar que, na quitinete (é assim que se escreve?) da minha amiga Fani, eu falei:

-Meu irmão comprou um fogão completo... Acho que ele vai casar...


-Só por que ele comprou um fogão, não significa que vai casar Gerusa! hahahaha


- Ah é! Então significa o quê? Me diz?


- Ora... Significa que ele pode estar pensando em se mudar da casa dos teus pais, ir morar sozinho...


- Ai ele vai e compra um fogão, pra morar sozinho?


- É oras! Como ele vai cozinhar a própria comida sem um fogão?!


- Pois pra mim, quem pensa em fogão e panelas é porque vai se casar. Ninguém fala nisso antes de pensar em se casar oras!

-Gerusa! Larga de tu ser doida pequena! Eu comprei um fogão, e panelas, e panos de prato, mas não casei e...


- Ah! Stephanie! Tu é francesa porra! Ai não vale!


- ?


- Minha mãe não é francesa, e fez a mesma coisa.


- Mas eu aposto como ela tava querendo casar...


(Pois o ato de cozinhar não é uma coisa solitária. É algo que você faz com carinho, pensando em alimentar alguem, como num ritual sagrado. E quem mora sozinho não compra grandes apetrechos de cozinha, pensando apenas na sua alto suficiência. Fogão e panelas significam coletividade. Cozinhamos para receber amigos, parentes, para nutrir aqueles que amamos. A gente pouco importa na cozinha, tão tal que quando estamos sós temos preguiça de fazer qualquer coisa, mesmo com fome.)


- Tá, tá certo. Então a minha mãe tava advinhando que um mochileiro francês iria aparecer derepente na vida dela?!
hahahahaha

-Ah! Sei lá Fani. Só sei que, pra mim, as coisas são assim... E "vumbora" que a gente já tá é atrasada.

Um comentário:

daniel disse...

Flávia, corre lá no Razbliuto. te convido a participar do meme dos segredos :)