05 novembro 2008

Para Thais


A Thais fez aniversário, e eu mandei esse texto como depoimento pra ela no Orkut. Ela é uma grande amiga, sabe muito das minhas coisas, alegrias e desilusões.


Não precisamos contar os amores, nem os anos que passam. Não vamos nos ater as lágrimas roladas, aos risos dados. Vamos recordar, mas nunca vamos viver o que passou. As experiências asfaltam o pedaço novo do caminho e só cabe a nós dizer se haverá espaço para o florescer das rosas e gerânios, que trarão borboletas e beija-flores. A certeza única que fica é que sempre haverá uma menina, uma nêga dançadeira...Ou será ela a princesa da Andaluzia?
Ela baila com agulhas nas mãos tricotando uma teia de corações amigos. Corações que saem de sua boca junto com um hálito de alcaçuz. Ela vai sovando a massa fofa dos bolinhos de chuva, vai deixando saudade e certeza de amizades duradouras para além do mar - sem- fim.
Borboleta do meu girassol, fábula das minhas crianças. Amo-te imensamente amiga Thais.


2 comentários:

Fóssil disse...

Ah, impossível não gostar da Thaís, e olha que eu conheço ela só há uns meses *_*

Gerussol disse...

Ela é uma Princesa da Andaluzia.